22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo / 2012

Os 7 Pilares

Os sete pilares foram compostos da seguinte forma:

1 – Salão de Idéias – uma das principais atrações culturais do evento. Auditório para receber convidados e encantar o público. Responsável pelo conteúdo: Paulo Markum.

2 – Criança – área exclusiva para a realização de atividades culturais lúdicas, com o objetivo de colocar esse público em contato com o universo mágico do livro e fomentar o gosto pela leitura. Responsável pelo conteúdo: Instituto Pró-Livro. tira esse responsavel e acrescentar: O espaço infantil “Deu a louca nos livros” assinado pelo artista plástico Emanoel Araujo, diretor do Museu Afro Brasileiro, foi um dos oásis de crianças e adolescentes durante a Bienal. O espaço possibilitou um passeio por livros desconstruídos, onde páginas se confundiam com ilustrações e personagens foram materializados em brinquedos, despertando o imaginário das crianças para que vivenciassem a construção das narrativas literárias.

3 – Jovem – espaço com o objetivo de construir uma ponte entre o mundo do livro e assuntos de interesse desse público. As palestras e encontros foram mediados por profissionais que tinham identificação com esse perfil. Responsável pelo conteúdo: Zeca Camargo.

4 – Espaço do Professor – a proposta desse espaço foi falar sobre diversas questões que envolvem o saber e o ensinar. A ideia era instrumentalizar o professor para trabalhar o livro em sala de aula.

5 – Gourmet – uma das grandes sensações da última edição da Bienal do Livro de São Paulo de volta, mantendo sua vocação. Um espaço dedicado a arte culinária, reunindo renomados chefs-autores, que apresentaram aulas-show interativas em uma cozinha. Esse espaço também se transformou em mesa de debates, com bate-papos sobre diversos temas ligados à gastronomia e à literatura. Responsável pelo conteúdo: André Boccato.

6 – Telas e Palcos – espaço dedicado a encontros com autores brasileiros e estrangeiros, permitiu o contato mais próximo entre leitores e escritores. Outras atividades ligadas à arte, música e teatro também ocuparam esse espaço. Responsável pelo conteúdo: Rubens Ewald Filho.

7 – Negócios – ambiente destinado a reuniões com escritores e profissionais sobre as mais diversas vertentes do assunto do mercado literário. Uma área de business.

Este também foi o primeiro ano em que realizamos uma série de ações que antecederam o evento para fazer o visitante “entrar no clima” da Bienal. Sob o tema Livros que Transformaram o Mundo, elas geraram enorme mídia espontânea para a divulgação do evento.

 

Ações pré Bienal:

 

Workshop Casa do Saber

Realizamos uma parceria com a Casa do Saber, onde promovemos uma série de workshops com o tema “Livros que Transformaram o Mundo.” Além dos 3 curadores da Bienal (Antônio Carlos de Moraes Sartini, Paulo Markun e Zeca Camargo), contamos com a participação de Rubens Ewald Filho, um dos mais respeitados críticos de cinema brasileiros, como curador e palestrante de um dos workshops da ação.


O Livro Vai à Mesa

Em parceria com o Restaurant Week, durante 20 dias, realizamos a ação “O Livro Vai à Mesa”. Convidamos 19 renomados chefs-autores (chefs que já escreveram livros sobre o assunto) para desenvolver pratos em homenagem à Bienal em seus restaurantes. Os clientes que experimentaram estes pratos foram presenteados com um par de ingressos para a Bienal. A ação teve a participação de mais de 60 mil pessoas.